Receba os posts por e-mail!

domingo

Resenha: Os Amantes das Gerais

Oi! Como vai?

É hora de falar de livros aqui no blog!

Sim, tem resenha nova! Dessa vez compartilho com você minha opinião sobre o livro Amantes das Gerais da autora Maria Jacinta de Resende Borges!

Um livro recheado de amor, encantamento e doçura daqueles que emocionam e te deixam pensando nos protagonistas o tempo todo!

Curioso? Então pega o café, que vamos conversar sobre literatura!

livro de Maria Jacinta de Resende Borges

 Resenha: Os Amantes das Gerais


O livro conta a história de Matilde, uma jovem adolescente mineira que era cercada de cuidados pela família, como era comum na época em que vivia. Porém, havia uma parte do ano em que sua rotina se modificava totalmente, as férias! Nesse período sua família passava uma temporada na fazenda de seu avô, onde tudo era mais colorido e admirável...

Para aquela rica e bonita garota, em plena adolescência, a vida começava a despontar em toda a sua plenitude, recheada de alegrias, sonhos e fantasias. Tudo lhe era permitido, tudo lhe era facilitado. Seu maior deleite era gozar as férias, junto com a família e os amigos, na casa dos avós.

O ambiente rural toma conta da trama onde podemos perceber, com riqueza de detalhes como a vida na fazenda era diferente da agitação da cidade! Um verdadeiro passeio pelo interior e pela cultura mineira, proporcionado pela escrita de Maria Jacinta de Resende Borges!

Matilde se encantava verdadeiramente com toda aquela movimentação. Prestimosa como era, estava sempre envolvida com a rotina da fazenda. Junto com a mãe, a irmã e a avó, prensava manualmente o queijo, modelava e empalhava o sabão de coco, e ainda ajudava Alice e Jerônima, suas grandes amigas, em seus afazeres. Estas, após terminarem a lida doméstica, tinham permissão dos “padrinhos” para participarem das brincadeiras e dos passeios das adolescentes. Jogar peteca, procurar ninhos de galinha, colher frutas silvestres longe da sede da fazenda, tudo era diversão para elas.

Como toda garota em período de férias, Matilde queria aproveitar ao máximo aquele momento! Porém, por não estar habituada a vida no campo, passou por um momento terrível que, só não acabou em tragédia, graças a coragem de Théo, um jovem boiadeiro da região que, mesmo sabendo do perigo, arriscou-se para salvá-la.

Nem preciso dizer que, para Matilde, Théo se tornou um herói, ou melhor, o príncipe encantado! Não só para Matilde! É quase impossível não se encantar com aquele rapaz mais velho, já com 20 anos, forte, trabalhador e cheio de coragem para defender nossa mocinha ou desbravar matas e fazer as tarefas do campo.

Por serem tão opostos, o amor ficou evidente no coração de ambos! E, a partir de então, a rotina da menina deixou de ser as brincadeiras e passou a ser a cumplicidade com seu amado:

Conversar com o namorado, embora nenhum membro de sua família tivesse conhecimento desse romance, escutar seus desabafos, conhecer suas alegrias cotidianas, consistiam seus mais valiosos estipêndios. Partilhar da vida íntegra, dinâmica e emocionante de Théo era tudo que Matilde queria. Sentia-se imensamente gratificada por ser correspondida por ele.

Tudo seria super perfeito, se não fosse o fato de Matilde ser de uma família rígida e ligada aos costumes antigos. As mulheres em sua casa não podiam se expressar da maneira que queriam, todas as decisões tinham que ser aprovadas por seu pai ou então pelo avô. Os dois eram fazendeiros poderosos e impertinentes, principalmente seu pai, que não aceitava ser contrariado em nenhuma circunstância, nem que isso fosse magoar os sentimentos de sua filha. Para ele, Matilde só se casaria quando e com quem lhe fosse apropriado!

O que acontece quando dois jovens descobrem um grande amor? Até que ponto um pai pode interferir nos sentimentos de um filho apenas para satisfazer sua vaidade? Um amor quando é verdadeiro pode superar o tempo, a distância, o preconceito e as intrigas?

Todas essas perguntas eu me questionei ao ler o livro e, conforme lia as páginas elas foram respondidas de acordo com o desenvolvimento da história dos Amantes das Gerais.

Não, eu não vou dar nenhum spoiler de como o livro continua e nem se nosso jovem casal vai conseguir seguir seu namoro...O que eu posso dizer é que a leitura do livro aborda pontos importantes, que, mesmo tendo sido vividos décadas atrás por Matilde, ainda poderiam ser problemas para uma adolescente de 15 anos nos dias de hoje.

Os Amantes da Gerais é um livro apaixonante e que mostra a vida num tom não tão colorido como as histórias de amor que costumamos ler, porém é tão detalhista que sentimos como se Matilde fosse nossa melhor amiga.
Os amantes das gerais resenha
Aquele livro apaixonante

Minha opinião sobre o livro :💟💟💟💟💟Muito bom!

Ah, esse post só foi escrito pelo contato com a autora! Sim, a Maria Jacinta me enviou a versão digital do livro para que a resenha fosse feita no blog! Obrigada pelo carinho e confiança!

E você? Já conhecia o livro Os Amantes das Gerais? 
Gosta de obras de época? 
Deixe seu recado!
Ah, não esquece de acompanhar o blog nas nossas redes sociais! 
Sempre tem novidade por lá!

Facebook-Instagram-Hypstar


Atenção: Esse texto é autoral, escrito por Lu Rosa com suas opiniões e ideias a respeito do assunto em questão para uso exclusivo em seu blog pessoal. 

Proibida a cópia de qualquer parte do texto, assim como as fotos autorais pertencentes ao blog É da Rosa.

Um comentário:

Oi! Escreva o que achou do post aqui :)
Seu comentário aparecerá depois de lido por mim♥
Beijos!

Digite o assunto que procura